IBOPE diz que compra pela internet é sinônimo de economia




Números apresentados por Alexandre Crivellaro, diretor de inovação do Ibope Media, mostram que o comércio eletrônico atinge a maioria dos internautas brasileiros. 70% das pessoas acessam a rede e passam pelas lojas virtuais. “As lojas de varejo ainda aparecem em primeiro lugar entre os compradores, mas os leilões virtuais aparecem em segundo, com grande acesso, seguidos pelos sites de compras coletivas”, afirmou o executivo durante o e-Merging Market, evento de comércio digital que começou na terça-feira (29), em São Paulo.

As compras fora das lojas convencionais não são surpresa para Crivellaro. “A internet virou sinônimo de preço menor. 76% dos usuários que compram pela net buscam ofertas e descontos e os leilões e portais de compras virtuais trazem isso, por isso o sucesso”.

Ainda segundo Alexandre, televisores, smartphones e notebooks são os produtos mais desejados por quem compra pela rede. “E essa vontade de comprar vai levar o comércio eletrônico a faturar R$ 20 bilhões este ano. O faturamento das lojas virtuais cresce mais do que a própria internet”.

Por fim, o executivo do Ibope afirmou que, até 2016, 7% das compras virtuais serão feitas via internet móvel, pelo celular. “O smartphone, atualmente, é um computador. Tem capacidade real de garantir uma compra segura para o consumidor. Não nos surpreende que cada vez mais as pessoas usem o celular para fazer compras”, completa Samuel Vissotto, diretor de estratégia da Samsung Eletronics para América Latina.


Gostou do site ou da matéria? Dê um Voto, clique no +1

Deixe um comentário